blog

ENEAGRAMA E A NEUROCIÊNCIA, CONHEÇA A DINÂMICA DESSA RELAÇÃO

28 de janeiro de 2018


Antes de falar sobre a citada relação eneagrama e neurociência, darei uma breve noção entre essas duas ciências, que trazem conhecimentos profundos e reais às pessoas, na expressão de sua conduta na sociedade e na vida.

Dr. Christóvão Coelho de Medeiros – Co fundador da Potentiallis Desenvolvimento Humano

 

ENEAGRAMA

 

Ciência milenar provável da antiga Grécia onde do grego (eneas) significando “nove” e gramos “pontos” ou “traços”. É representado por um círculo, um triângulo e uma héxade com devida explicação para cada um destes símbolos geométricos.

O círculo, seria a totalização do universo em síntese. É a representação do ser humano em sua total expressão conectado com a essência universal.

O triângulo, representa a lei das tríades, isto é, todos os fenômenos gerados no universo; e tem sua origem em três forças duas opostas e uma neutra. Como por exemplo: Ação, reação e mediação; Tese, antítese e síntese, prótons, elétrons e nêutrons, etc.

Convém notar que esta lei de três, sempre foi representada nas tradições religiosas, como por exemplo: Pai, filho e espírito santo.

A héxade traduz a lei de sete ou lei das oitavas. O número sete está associado a própria capacidade cerebral dos seres humanos, em compreender e classificar os fenômenos. São exemplo desta lei: as sete cores do arco-íris, os sete dias da semana, as sete notas musicais, etc…

O eneagrama, é em síntese um mapa que explica o comportamento humano, traduzindo sua forma de pensar, agir, e sentir conforme o eneatipo (estrutura básica de personalidade) de cada ser. Com esse mapa, pode se buscar o equilíbrio verdadeiro de cada tipo estudado; e a sua relação ótima com outras ciências, que regem o comportamento humano, e na sua tradição final de paz, progresso e sucesso.

A Neurociência, com a sua impressionante evolução, abraça o eneagrama, completando-se em trazer ao homem evolução científica, prazer no trabalho, sucesso e paz interior. É uma relação extremamente dinâmica, perfeita e racional; pelo uso científico e exato do raciocínio e do senso cultura.

O Eneagrama bem elaborado pode facilitar o crescimento pessoal, e o potencial de cada pessoa, melhorando sensivelmente as relações com as pessoas próximas, sentindo-as como pensam e reagem.

A origem real do eneagrama é desconhecida, perdido na antiguidade parece que no antigo Egito ou Grécia e houve prova da existência desse sistema trazido ao ocidente por George Ivanovith Gurdgieff, filósofo espiritual armênio que afirmou tê-lo trazido da Asia menor, como um modelo de ensino oral com fundamento sobre o funcionamento do homem e do universo.

A importância científica do eneagrama é muito grande, principalmente nas organizações de liderança, comunicação, inteligência emocional, tomada de decisões, vendas, gestão de conflitos, etc.

É usado em centros de renome mundial, como Estados Unidos, Inglaterra, Machester, Austrália, outros centros culturais e também no Brasil.

 

NEUROCIÊNCIA

 

 

A neurociência no Brasil é representada pela sociedade de neurociência e  comportamento (SBNS) em São Paulo e outros estados brasileiros. A neurociência na atualidade é o estudo dinâmico do cérebro e de suas potencialidades, deixando para trás o órgão estático e que pouco se conhecia de sua capacidade dinâmica.

A Neurociência envolve o estudo do controle neural das funções vegetativas, sensoriais e motoras; atenção, memória, linguagem, alimentação, comunicação, reprodução, etc. Daí a sua íntima relação com várias ciências, e em especial com a psiquiatria e a psicologia, e ainda com o eneagrama que apresenta o ser humano em sua total expressão e naturalmente com benefício dessa unificação.

A dinâmica entre o Eneagrama e a Neurociência traz a todos os seres,  mais rapidez na evolução, pelo bem da humanidade, com futuro mais promissor, próspero e feliz.

No Brasil, intensificou-se o seu estudo no século passado, com a criação de sociedades específicas. A Neurociência é em síntese o estudo mais elaborado do sistema nervoso e toda a sua fisiologia orgânica, e o comportamento humano sem maior evidência dos processos patológicos e seus difíceis tratamentos. Abordamos apenas funções vegetativas: como respiração, circulação, alimentação, atenção, memória, reprodução, emoções, linguagem, comunicação, que são atos ligados a neurociência e seu estudo.

Nos tempos hodiernos, verifica-se modelos avançados nas funções motoras de aprendizagem, e memória; Evolução nítida no ramo da engenharia, biologia, psicologia, produção de fármacos, aparelhos eletrônicos, computadores, celulares, etc.

Na engenharia mais apurado controle da produção industrial, montagem de fábricas, e outras notáveis aplicações.

A neurociência foi prioritária nos estados unidos em 1990 como a década do cérebro, evidentemente com toda a sua evolução envolvendo várias ciências e ampliando suas pesquisas sobre as patologias do sistema nervoso com diagnósticos mais rápidos e precisos; prevenção e medicação mais atualizada para síndromes neurológicas mais sinistras desde a complicada cefaleia até a doença de Alzaimer e outras mais perigosas.

É notável a produção de novos medicamentos e meios de diagnósticos mais precisos. A neurociência evidenciou-se pela contribuição as doenças mentais, que lesam e matam grande parte da população mundial; já mesmo superior as doenças cardíacas e vasculares que mais matavam no mundo. Difícil de serem tratadas essas patologias tem tido modernamente progressos notáveis pelo esforço das pesquisas e neurociência. Além da área médica específica, a neurociência tem impulsionado bastante a psicologia nas suas pesquisas e nas suas atividades clínicas.

Evidenciamos ainda o  progresso na genética molecular, neuro-imagem, acidente vascular encefálico, drogas, vacinas, transplantes celulares, próteses especificas, terapias genica, etc.

Verificando-se em estudos recentes, neurônios são formados constantemente até a velhice, num processo de renovação contínuo, são descobertas recentes mostrando possibilidades maiores para tratamentos específicos.

A neurociência revela um universo de descobertas tanto nos setores do pensamento, do comportamento, e doenças mentais e no projeto da construção do super computador Blue-Brain capaz de reproduzir o próprio cérebro a produção de novas células cerebrais pode reverter o pânico, estresse pós traumáticos, ansiedade, etc… com aplicações de novas técnicas e drogas específicas.

Cerca de 100 bilhões de células neurais, comunicam-se por cerca de 10 trilhões de pontos de contato, com base em complexas funções cerebrais; falhas neste processo poderá desencadear problemas na esfera mental e física. O hipocampo é uma das regiões do cérebro onde se processa a neurogênese onde forma-se as novas células neurais.

O que mais nos surpreende no estudo do cérebro, e logicamente em estudos da neurociência, é como entender que bilhões de neurônios, obedecem para se mostrarem em redes e como eles se unem numa formidável estrutura que é o cérebro. Esse sistema de formação é indispensável para atender um mundo em constantes mudanças em todas as suas esferas. Na evidência de colapso desta formidável rede cerebral, patologias cerebrais importantes surgem inexoravelmente, como por exemplo, demências, esquizofrenia e outras patologias exóticas.

É a desordem cerebral em evidência.

Mesmo em repouso, ondas de atividades elétricas percorrem o cérebro, consequentemente o cérebro pode ser ajudado a processar informações mais rapidamente, permitindo que o órgão mantenha a sua integridade estrutural e eficiência.

Com isso, evidencia-se a ideia de que o aumento de células cerebrais cria novas memórias e também pode reverter sintomas de doenças como por exemplo pânico, ansiedade, estresse, etc. Contrariando princípios da antiga neurobiologia que a séculos afirmava que o cérebro não produzia novos neurônios.

Procura desvendar a inteiração entre as patologias neurológicas e mentais.

Daí a sua relação íntima com a psiquiatria e a psicologia.

No Brasil intensificou-se o seu estudo no século passado, com a criação de sociedades específicas. A neurociência é em síntese o estudo do sistema nervoso e toda a fisiologia orgânica, uma relação estreita entre o sistema nervoso e o comportamento humano.

ENEAGRAMA E NEUROCIÊNCIA

Por falar em comportamento humano, quando entrei em contato com o Eneagrama, por volta de 2010,através do meu filho que participou de um curso sobre o tema com uma especialista na área, fiquei intrigado com o estudo de personalidades desse sistema dinâmico. Especialmente com sua capacidade de reunir e interligar as reações emocionais e consequentemente comportamentais dos seres humanos de forma assimilável pelas pessoas.

Me aprofundando no estudo do sistema eneagrama, cheguei até Claudio Naranjo, um Psicanalista Chileno que inclusive enquadrou com sucesso os principais processos patológicos da mente humana nesse diagrama. Obviamente não penso no eneagrama para tratar essas doenças,  mas para ao se relacionar com a neurociência, proporcionar uma base científica ainda mais rica para melhorar o autoconhecimento sobre si mesmo de familiares amigos negócios vida social e profissional.

A dinâmica entre o Eneagrama e a Neurociência traz a todos os seres, na sua totalidade, mais rapidez na evolução, pelo bem da humanidade, com futuro mais promissor, próspero e feliz. Ajudando o homem a superar questões, dificuldades de relacionamento, reações automáticas de defesa, ter maior consciência de suas estratégias inconscientes de atuação e motivação e até mesmo a identificar padrões emocionais, crenças limitantes e ações instintivas.

Absolutamente tudo relacionado ao comportamento do homem, nasce no cérebro. Se nascem os problemas, pode também nascer a cura. Mas, para isso as pessoas precisam buscar conhecerem-se, para superarem suas limitações e aproximarem-se de seu lado verdadeiramente humano, deixando para trás o animal racional que só visa a própria sobrevivência individual e os prazeres primitivos.

Apesar da riqueza contida no eneagrama e seu vasto estudo, é preciso cuidar com sua aplicação, uma vez que é possível objetivá-lo a tal ponto que se torne simplista. Outra importante questão,  é sobre rotulações e jogos manipulativos. Penso que se conhecer e conhecer as outras pessoas, deve estar a serviço do desenvolvimento pessoal e do bem comum.

 

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
200
wpDiscuz
X